Artroscopia

Artroscopia

O que é a artroscopia?

A artroscopia é um procedimento cirúrgico minimamente invasivo que permite ao ortopedista visualizar o interior da articulação tanto para apresentar um diagnóstico mais preciso quanto para tratar um problema. Através da artroscopia o especialista consegue avaliar os ligamentos, os meniscos, a cartilagem e outras estruturas. Normalmente o procedimento é realizado no joelho e no ombro, porém também pode ser indicado para quadril, tornozelo, cotovelo, punho e pé.

Para quais casos é indicado?

A artroscopia como método cirúrgico é ideal para reparar lesões intra-articulares, ou seja, dentro do joelho. Por isso, sua recomendação é feita nos casos de: lesões de ligamentos, meniscos, cartilagem e tendões, seja do joelho, ombro, quadril, tornozelo, puno ou pé. Além disso, a artroscopia também permite a realização de biópsia de estruturas intra-articulares sem agredir os tecidos ao redor.

Como é feito o procedimento?

O paciente recebe um sedativo, para relaxar, depois é aplicada a anestesia, sendo mais comum a anestesia peridural ou raquidiana para o joelho e tornozelo e a geral para ombro e quadril. Visando uma recuperação mais rápida do paciente, pode-se realizar a anestesia com sedação e uso de máscara laríngea nas artroscopias do joelho o que possibilita a alta precoce do paciente, geralmente no mesmo dia.
No procedimento o artroscópio, um equipamento que contêm luz e uma câmara na ponta, é inserido na articulação através de uma pequena incisão na pele, em torno de 0.5cm – meio centímetro. Os demais instrumentos também são inseridos por uma segunda incisão. Durante toda a técnica o ortopedista verifica pelo monitor o interior da articulação que funciona como uma televisão transmitindo tudo o que está acontecendo em tempo real.

Uma artroscopia pode demorar de 15 minutos a mais de uma hora, de acordo com a complexidade do procedimento a ser realizado.

Quais os cuidados após a artroscopia?

Normalmente o curativo nas incisões é mantido por 24 a 48 horas após a cirurgia. Sempre lavar as mãos antes e depois da manipulação dos curativos. As incisões devem ser lavadas somente com soro fisiológico, diariamente por 3 semanas. Caso tenha sido orientado o uso de sabonetes, dê preferência aos sabonetes líquidos bactericidas como Clorohex, Marclorhex, Glucohex. Se tais produtos não forem encontrados ou causarem irritação da pele, utilizar sabonete bactericida como Protex (Triclorcarban – TCC) ou um sabonete neutro. Dê preferência para realização dos curativos após o banho. Não se deve coçar as incisões da cirurgia e nem passar substâncias que não tenham sido indicadas pelo médico, mesmo que sejam pomadas cicatrizantes ou antissépticos. Manter a incisão limpa e seca leva a uma cicatrização satisfatória por si só, sem a necessidade de procedimentos adicionais. Caso a cicatrização apresente algum problema, o médico indicará a melhor conduta a ser tomada. A região da cirurgia pode ficar roxa devido a hematomas decorrentes do procedimento que comumente desaparecem após 2 semanas. Não se deve comprimir de maneira excessiva o local operado, salvo orientado pelo médico, pois a cicatrização depende de uma boa circulação.

Normalmente o paciente pode andar tranquilamente após uma artroscopia de joelho, utilizando muletas por 3 a 14 dias evitando excessos, salvo orientação contrária do médico devido a algum procedimento específico. Para garantir uma boa recuperação é preciso seguir as orientações do cirurgião. Como parte da reabilitação o paciente geralmente realiza sessões de fisioterapia para só então retomar a atividade normal.