Fratura no joelho

Fratura no joelho

– Entenda o que provoca uma  fratura no joelho

O joelho é uma das articulações mais complexas do corpo humano em termos de biomecânica estando sujeito a sofrer lesões traumáticas ou degenerativas.

A fratura no joelho pode acometer os ossos da tíbia, fêmur, fíbula ou patela e é resultado de um trauma, impacto, entorse ou queda que afete a articulação.

– O que sente o paciente com  fratura no joelho?

Ao fraturar o joelho há dor, inchaço no local, rigidez e dificuldade de andar. Em muitos casos pode-se notar a deformidade da articulação.

– Como avaliar o diagnóstico de  fratura no joelho?

Ao existir a possibilidade de uma fratura do joelho o paciente deve fazer um exame de raio-x. Em alguns casos, complementa-se o estudo da lesão com a tomografia computadorizada e/ou ressonância magnética.

– Qual o tratamento para  fratura no joelho?

Quando há uma fratura o tratamento deve ter início imediato para diminuir o risco de perda da funcionalidade da articulação.

Ao escolher pela forma de tratamento o ortopedista avalia se a lesão é isolada ou não, o grau de desvio e angulação da fratura, as características do paciente, como idade e condições gerais de saúde e a extensão do dano aos tecidos que são compostos por cartilagem, tendão e ligamentos.

Para as fraturas simples a imobilização com proteção de carga por muletas seguida da reabilitação com fisioterapia e medicamentos que aliviam geralmente é suficiente.

Em casos de fraturas mais graves, há indicação de cirurgia que é classificada de pequeno, médio ou grande porte. Uma operação será feita de forma emergencial só quando a fratura for exposta ou comprometer o sistema vascular por meio de uma lesão arterial ou venosa importante.

Quando necessária, a operação é realizada por meio de técnicas minimamente invasivas que facilitam a recuperação do paciente e diminuem o risco de complicações como problemas de cicatrização e infecções. A esse processo são agregados procedimentos e condutas modernos e inovadores que contribuem para a melhor e mais rápida reabilitação do paciente, diminuindo a dor e desconforto após a cirurgia, otimizando os resultados. Para isso, o cirurgião deve se manter sempre atualizado a fim de oferecer os melhores recursos a seus pacientes.

– Como prevenir uma  fratura no joelho?

Manter a estrutura do joelho saudável é a melhor forma de prevenção. Para isso permaneça no peso corporal considerado ideal, pratique atividades físicas regularmente, fortaleça a musculatura do joelho e procure um ortopedista ao sentir qualquer incômodo.